Programas

Nossos programas são criados de forma participativa e buscam solucionar problemas de forma objetiva e mensurável.

Gastronomia e Biodiversidade

A Amazônia abriga a maior biodiversidade do planeta e é o berço de uma das gastronomias mais originais e apreciadas no mundo. Porém, é preciso transformar esse ativo em oportunidade de negócios sustentáveis para os diversos atores da cadeia de valor da gastronomia.

Para isso apoiamos a criação de um Centro de Gastronomia e Biodiversidade cujo os objetivos são de gerar negócios sustentáveis com base em pesquisa, conhecimento, inovação e o reconhecimento e proteção do patrimônio material e imaterial vinculado a gastronomia e biodiversidade. Além disso, essa iniciativa tem como meta ampliar as oportunidades de ocupação, emprego e qualificação dos profissionais envolvidos nessa cadeia de valor.

Com apoio do Centro de Empreendedorismo da Amazônia foi constituída uma Sociedade Civil sem fins lucrativos com sede na cidade de Belém cujos fundadores incluem instituições como o Instituto Atá http://www.institutoata.org.br e o Instituto Paulo Martins http://www.institutopaulomartins.org.br.

Conexão Agricultura Familiar – Merenda Escolar



O programa tem como objetivo aumentar de forma expressiva a participação da agricultura familiar na oferta de alimentos para as escolas públicas do Pará.  O programa tem como meta final conectar mais de 200 mil famílias de pequenos agricultores por meio de sua associação com as 144 prefeituras do Pará – responsáveis pela compra de merenda escolar – onde estão cerca de 2 milhões de estudantes da rede pública de ensino. Para isso, o programa atuará em três frentes:

  • Apoio técnico junto aos agricultores familiares para que possam se organizar em termos de produção, logística e também juridicamente para atender as exigências das compras públicos da merenda escolar;
  • Apoio técnico às prefeituras na definição dos procedimentos de compra e capacitação das equipes envolvidas na merenda desde os gestores responsáveis pela compra passando pelos nutricionistas e até as merendeiras
  • Desenvolvimento da Plataforma/app AMESA (Agricultura Familiar e Merenda Escolar Sustentável) que permitirá reduzir drasticamente a assimetria de informações (técnicas e de mercado) que atualmente impedem os agricultores familiares de atingirem os mercados de compras públicas de alimentos. Além disso, essa plataforma aumentará conexão e a sinergia entre os diversos atores e a transparência nos procedimentos de compra e produção.

Para a realização desse Programa o Centro de Empreendedorismo conta com a parceria de diversas instituições entre as quais o Tribunal de Contas dos Municípios (responsável por fiscalizar as compras públicas), Emater (responsável pela assistência técnica), Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó – AMAM e Programa Pará 2030 (www. Para2030.com) .
Na primeira fase o programa está atuando em 11 municípios situados na Ilha de Marajó, (Afuá, Bagre, Breves, Curralinho, Melgaço, Portel e Salvaterra), Calha Norte (Faro, Oriximiná e Terra Santa) e Marituba.

Negócios Sustentáveis

O Programa Negócios Sustentáveis tem como meta apoiar o desenvolvimento de negócios sustentáveis sobretudo na área rural. Entre as várias iniciativas que integram o programa destacamos:
✔ Educação Empreendedora. O objetivo é apoiar a formação de uma cultura empreendedora com foco jovens do ensino médio através de cursos, oficinas, eventos. Um dos projeto pilotos deverá ser realizada com jovens das escolas públicas na Ilha de Marajó.
✔ Empreendedorismo Universitário. A meta é apoiar o desenvolvimento de idéias de jovens empreendedores que estejam cursando universidade ou recém formados. A iniciativa tem uma formato de pré aceleração de modo a permitir prototipar pequenos negócios e conectá-los a investidores anjos, potenciais parceiros (sócio) e financiadores.
✔ Negócios Sociais de Base Comunitária . Apoiar a formação de uma cultura empreendedora e a fase inicial do desenvolvimento de negócios sustentáveis nas áreas florestal, agroflorestal, turismo entre outros. O público alvo dessa iniciativa são jovens que vivem Unidades de Conservação de Uso Sustentável (Reservas Extrativistas, Florestas Nacionais etc) e em Assentamentos de Reforma Agrária.
✔ Negócios Sustentáveis de Larga Escala. O objetivo é contribuir para o desenvolvimento de negócios sustentáveis em cadeias produtivas que atualmente geram grande impacto ambiental como é o caso da pecuária bovina. Uma das apostas é através do fomento a intensificação da pecuária bovina. Outra área potencial de negócios é a restauração florestal e o reflorestamento.